domingo, 13 de outubro de 2013

Desde que me lembro, poucas foram as vezes que os vi assim. Nos últimos dias, quando lhes perguntam se entrei ou não, os olhos brilham, um enorme sorriso aparece no rosto e respondem afirmativamente. Não conseguem esconder a felicidade, tudo aquilo que sentem é visível a "olho nu"! O melhor disto tudo, é que eu sinto que estão a ser sinceros, sei que o que sentem é verdadeiro, sei que quando o meu pai falou com a minha avó ambos ficaram super felizes porque, como ela disse "Oh Sara, fico tão feliz! Não imaginas a felicidade que estou a sentir!" - nunca a tinha ouvido dizer isto, quer dizer, já, mas não a mim...- sei que a minha mãe tremia de felicidade quando lhe disse que entrei; que os meus primos ficaram felizes; a minha prima ficou "triste" porque agora já não vou para a faculdade dela em Santarém e feliz por ter entrado; a minha irmã ficou eufórica e agora não se cala com isso! Sei que, neste momento, a minha família, amigos e principalmente os meus pais, têm imenso orgulho em mim! E eu, para além de estar feliz por ter entrado, estou feliz por todos eles terem demonstrado o orgulho que sentem!

Sem comentários:

Enviar um comentário