domingo, 9 de setembro de 2012

O Sonho

Será que vale a pensa seguir os nossos sonhos? Sempre me disseram que sim, mas será que é mesmo?
Será que vale a pena, o trabalho, o dinheiro gasto naquilo que sempre sonhámos? Não sei responder a estas perguntas e, muito sinceramente, gostava que alguem me respondesse... Será que vale a pena ir pelo caminho oposto e ser infeliz? Eu tenho um sonho, aliás, tenho muitos, mas neste momento estou a referir-me a um em concreto - Ser professora. Quando era criança dizia que queria ser professora, no dia dos meus anos ofereceram-me um pequeno quadro preto com giz e um apagador, passava dias a brincar ás professoras com a minha irmã e acho que foi assim que foi crescendo este sonho! Eu sentia-me bem no meu "papel de professora", sentia que era aquilo que queria fazer no futuro. Os anos foram passando e aquele desejo foi aumentando.
Há cerca de 3 anos atrás fui visitar a minha escola da primária, já tinha prometido diversas vezes á minha tia que um dia lhe ia lá fazer uma visita, esse foi o dia. Entrei, cumprimentei todas as pessoas que já conhecia de há muitos anos pois passei naquela escola a minha infancia praticamente toda; bem, mas nesse dia, encontrei a que havia sido a minha professora do 4º ano, a prof. Sandra. Nesse ano, ela estava com o 1º ano e convidou-me para lhe ir fazer companhia e ajudar com as crianças, aceitei de imediato! Naquela sala eu brinquei com as crianças, trabalhei com elas, fui uma especie de "professora estagiária", como ela me havia chamado. Ela dizia que eu "tinha jeito para as crianças, dava-me bem com elas, conseguia cativá-las e, se um dia fosse mesmo professora iria gostar imenso". Entretanto chegou a hora de me vir embora, despedi-me dela e dos "meus" alunos, todos eles queriam dar-me beijos e abraços para se despedir e eu retribuia... não me lembro do nome da rapariga mas quando chegou a vez dela ela disse-me "Adeus senhora professora! Tem que voltar..". Enquanto ia para casa essas palavras não me saiam da cabeça...Ainda hoje penso nelas...  seria alguma coisa do destino?   Será que devo seguir este sonho, com todos os contras que existem?    

1 comentário: